• SINTRAN

Demorou 20 anos?????

Através da leitura da coluna escrita pelo jornalista Luciano Potter no jornal Zero Hora de hoje 06/03, onde relata a experiência vivenciada em uma tarde de trabalho com os Agentes de Trânsito, percebemos que demorou 20 anos, considerando a criação da EPTC em 1998, para a imprensa constatar os presentes fatos relatados. O desafio de "Controlar o Trânsito", em uma cidade como Porto Alegre é desafiador e exige regramento e disciplina. Por muito tempo os formadores de opinião da cidade, insistiam em discursar de forma protetiva, onde os condutores autuados eram vistos como vítimas da fúria arrecadatória dos Agentes de Trânsito. Nossos formadores de opinião finalmente abriram os olhos e vivenciaram o outro lado da moeda, os relatos expressados durante o texto pelo jornalista chegam a questionamentos que nós, Agentes de Trânsito ha muito tempo observamos como: "mas para onde vai esse dinheiro todo que não volta para a gente? Boa pergunta. A EPTC pode responder.", destacado no texto, percebemos cada vez mais que esse tipo de questionamento é cobrado por parte da população. Falando em valores, a arrecadação com as autuações teve uma elevação significativa se compararmos os últimos dois anos, o aumento foi de 77,9%. A EPTC divulgou no dia 19/01 deste ano no Jornal Zero Hora, que em 2016 foram arrecadados R$ 26,7 milhões com notificações, contra R$ 47,5 milhões em 2017, contabilizando um aumento de 20,8 milhões., fora as arrecadadas com infrações de transporte, que não foi divulgado. Parece que mesmo com este aumento, estamos lutando a cada dia para conquistarmos nossos direitos e correções previstas em Lei Federal, ja que somos regidos pela CLT, estamos próximos do segundo ano sem nenhuma reposição salarial devido a crise que enfrenta o Município, mas ao mesmo tempo nos perguntamos: "mas para onde vai esse dinheiro todo que não volta para a gente(população)?"



0 visualização0 comentário
 

Rua 7 de abril, 77 | Bairro Floresta | Porto Alegre/RS

(51) 3268 9823

Formulário de Inscrição

©2020 por SINTRAN.